Você conhece o cachorro Collie

Published by: 0

Você conhece o cachorro Collie Animais de Estimação Cães Raças de Cães

A origem do Collie é contestável. Uma suposição é que a raça possuiria a mesma raiz do Border Collie. Já a nomenclatura teria vindo de uma palavra gaélica que quer dizer “útil” e representaria a utilidade destes cães nas fazendas para os Celtas. Somente existem provas do Collie a partir do século XIX. Tanto o áspero como o macio tinham nessa época, entretanto originários de cruzamentos diferentes.
O Collie do modelo crespo foi inspirado pelo “Old Cockie”, surgido no ano de 1867 e considerado responsável por estabelecer não somente esse modelo, mas por ter incluído a coloração castanho claro. Primeiramente, esta espécie teve o seu ápice depois da Rainha Vitória perceber e se maravilhar por essa raça, fazendo com que toda a nobreza burguesa e os tratadores de ovelhas se encantassem pelo Collie.
Foi a partir de 1886 que tivemos o padrão até os dias de hoje estipulado à espécie. No mesmo período, como os cachorros pastores de ovelhas haviam ficado importantes nas Américas, os colonizadores importaram Collies para o Novo Mundo. Mais tarde, o Collie encontrou um novo defensor, o famoso Albert Payson Terhune. Suas histórias em relação aos Collies espalharam a popularidade da raça. Quem não se lembra da cadela Lassie, tão afamada na TV, que ajudou a deixar esta raça muito admirada no mundo todo.

Atributos da Raça Collie

O Collie é um cão grande, de estrutura física esguia, porém forte. A parte superior do crânio é construída de forma aplainada com sobrancelhas convexas. A cabeça possui forma de cunha e o focinho pode ser redondo, afinando para o nariz escuro, com um leve stop.

Os dentes costumam se agregar com uma dentada em tesoura. Os olhos medianos são amendoados. Sua orelha dobra-se para a parte frontal e são muito minúsculas de porte 3/4. O cão dessa espécie possui um pescoço bem alongado, corpo é levemente mais extenso do que alto. As pernas são retilíneas. A cauda é moderadamente mais extensa do que alta.

Se ambientam satisfatoriamente ao clima frio, por causa de sua pelagem: ela se apresenta com duas faixas, subpelo e pelo. Tem que ser penteada pelo menos 3 vezes por semana para que seja retirado todo o pelo quebrantado, prevenindo nós e doenças de pele.

Ele pode possuir 3 cores específicas: Azul merle, tricolor e marta. Os americanos reconhecem essas mesmas Três colorações, porém incluem inclusive o branco. Em qualquer que seja a cor, as marcas brancas específicas da raça (na juba, patas e rabo) precisam estar presentes.

Temperamento da raça Collie

Está na décima sexta posição entre os cachorros mais espertos do planeta, conforme a publicação “A Inteligência dos Cães”. São excelentes para fazer trabalhos. Ainda que a perfeição seja apenas com a prática constante, ao ensinar o Collie certos comandos, ele consegue compreender facilmente em até 15 repetições.
Todavia, para um melhor desenvolvimento, você tem que dar vários estímulos para ele desenvolver o seu melhor potencial. Esse cão nunca precisa ser colocado para ficar somente no quintal ou então fora de casa. Os exercícios físicos não precisam de ser só para estimulá-lo mentalmente, contudo, inclusive, para que ele queime bastante gordura e não fique com problema de obesidade.
Eles se destacam amplamente em torneios de “agility”, pela sua característica, mas, ainda que tenham se destacado em funções no campo, atualmente eles são incríveis companhias.
Se você deixou o seu Collie ter contato com outras criancinhas e adultos desde pequenos, pode ficar tranquilo, pois esta espécie tem uma maravilhosa naturalidade em conviver com crianças e jamais vai atacá-las, sendo muito condescendente, ainda mesmo, com brincadeiras mais estúpidas. São levemente tímidos com pessoas estranhas e costumam adaptar-se bem a outros animais.
Certos exemplares podem ladrar excessivamente e envolver-se em acidentes caso fiquem inteiramente livres, saltando muros baixos para perseguir carros, ciclista, motos, etc.

Privilégios de ter um pet Collie

O Collie é um dos cachorros mais magníficos do planeta. Ele adora deixar seu dono agradado, sempre dando amor a ele, além de ser extremamente elegante e disciplinado. Seus predicados o tornam um cachorro efetivamente respeitável. Largamente da cidade, inclusive podemos observar certos espécimes existentes nos campos.
Os cães da raça Collie são fiéis, divertidos, tranquilos e defensores de seus familiares. Os Collies ainda costumam ter um estranho senso de direção. São carinhosos e de excepcional índole. É aconselhável socializar cães desta espécie, em especial se vão a lugares ao ar livre e se têm contato com estranhos que, constantemente, visitem sua residência, pois são desconfiados, entretanto tomam confiança quando reconhecem a pessoa. Não são cães de índole agressiva, porém inclinam-se a ser suspeitos ou até mesmo traiçoeiros com pessoas que demonstram medo.
O Collie aprecia demais mais a companhia e o afago humano do que o espaço. Busca sempre estar perto das pessoas e assistir tudo o que seus proprietários fazem. Apesar de viverem em apartamentos com uma pequena varanda, o aconselhado é que eles tenham um lugar com uma área maior. Outra coisa: nunca ponha esta raça em um canil.

Problemas comuns do Collie

De modo geral, essa espécie é muito saudável, entretanto, ainda assim, pode revelar determinados problemas. A Anomalia Collie Olho (C&A) é uma doença que acarreta um mau desenvolvimento de seu cão, levando a uma cegueira, e essa doença é bem habitual nos Collies.
Outro problema habitual nos Collies, relacionado à cegueira, chama-se Atrofia Gradativa de Retina, esta ocasiona uma Degeneração Bilateral da Retina, ocasionando uma perda gradativa da visão do cachorro.
Existem também outros problemas na saúde do Collie, como: Tireoide, determinadas alergias, Epilepsia ou inchaço, embora estes problemas não são hereditários. Não existe qualquer tipo de verificação do DNA dos Collies, então não pode-se afirmar se existem ou não outros modelos de doenças surgidas de problemas genéticos. Cabe aos criadores fazer o que puderem a fim de que as espécies tenham uma criação apropriada e todas as raças venham sem nenhum problema genético.

Cuidados da Raça Collie

Embora possa não parecer, o Collie de Pelo Alongado se habitua bem à vida interior, porém gosta de viver em ambientes abertos, onde pode exercitar-se e descarregar toda a sua energia. Este cão tem que ser disciplinado desde filhotinho a não latir, pois os cachorros dessa espécie costumam ser bastante barulhentos.
Escove duas vezes por semana a pelagem com o intuito de manter a qualidade e a formosura do pelo do seu animal. Ao pentear, comece escovando do pelo até às costas e, de preferência, com um pente de cerdas.
À medida que vão envelhecendo os dentes vão caindo com mais regularidade, então cuide dos dentes do seu Collie constantemente. Faça com que o seu Collie mastigue alguma coisa para conservá-los sempre sadios, e não se esqueça da escovação.
Uma excelente caminhada ou corrida com coleira e algumas atividades divertidas são indispensáveis todos os dias. Ele é tão agarrado ao seu dono, que ele é mais feliz morando no interior de sua casa.

Os Filhotes do cão Collie

Os filhotes dispõem de enorme energia e são imensamente brincalhões. Ao adestrá-lo desfrute o máximo de sua inteligência, assim você terá um cachorro obediente e astuto.
Se eles se sentem ociosos, eles tendem a roer e mastigar os seus móveis. Conceda a eles variados brinquedos para se distraírem e não os deixe muito tempo de “mente vazia”.
A pelagem do Collie ainda filhote altera muito até alcançar a idade adulta. Ele começa com a pelagem sedosa e, ao longo do tempo, vai se tornando mais crespo até chegar à textura definitiva.
Ao mesmo tempo em que dominantes, os filhotes de Collies são muito amorosos e tranquilos, coexistindo bem com as pessoas. Algumas vezes apresentam este costume de pastoreio inclusive com os indivíduos por causa disso precisam de ser educados a não fazer isto.

Curiosidades sobre o Collie

O programa de televisão “Lassie” tornou o Collie célebre. A cachorra Lassie resgatava Timmy de quedas em poços de minas, rios e areia movediça;
– Collies são emotivos e são capazes de se tornar deprimidos se tratados grosseiramente;
– A rainha Victoria tem seus créditos por tirar o Collie da impopularidade. Em 1860, ela foi visitar sua propriedade na Escócia e ficou apaixonada pela ótima aparência e temperamento cordial dos Collies que ela observou. Ela trouxe muitos à Grã-Bretanha, e,assim, inaugurou o primeiro modismo da espécie Collie;
– Elvis Presley e Priscilla tinham um Collie com o nome Baba;
– No ano de 1903 Edgar Rice Burroughs, mais famoso por sua criação do destemido Tarzan, possuía um Collie branco denominado Raja;
– Robert Plant compôs uma música intitulada ” Bron Y Aur Stomp ” falando sobre seu relacionamento de companheirismo e amor pelo seu Collie Strider.